terça-feira, 30 de junho de 2015

Conte-me Paolo *1*

O sol brilhava forte todos os dias em Florença a secura das folhas era tanta que quando batiam no chão faziam um barulho gostoso, Paolo Caron vendia frutas na feira para comprar seus cadernos de desenhos o calor não o dominava, muito branco e franzino, seus olhos caramelos brilhavam ao ver um copo grande de suco da polpa, de tanta sede lambia indiscretamente o suor que derramava pelos braços. Volta ao fim das tardes cheio de moedas e sujo como elas, adorava as férias escolares isso significa mais trabalho, moedas, cadernos, lápis e criações. Sua casa modesta em meio das muitas vielas estreitas da cidade, para ele uma pista de corrida com a velocidade do vento, chinelas velhas não duravam por causa das pedras no caminho, os dedos de Paolo Caron muitos momentos já sangraram... Vivia em seu mundinho calado e risonho, esparramado na grama do parque principal observando o céu límpido imaginava quem havia desenhado o mundo quais a cores que o Criador usou para fazer esse tal de cosmo...Em um piscar de olhos o menino evoluiu e se tornou um jovem notável por sua habilidade em fazer precisamente a planta de uma casa... mais o seu amor era o design...desta. O lar é mais do que apenas um canto para repouso, sim uma bela fortaleza do externo ríspido.
A sintonia da magnífica expressão do rosto de Paolo Caron é tão encantadora e alegre, que as pessoas passavam ao seu lado e pensavam onde surgi tamanha euforia em um novato em meio de um movimentado aeroporto da estilosa Paris? Italiano caucasiano, olhos de caramelo, cabelos pretos e medianos,leve ondulação, cachecol em meio do pescoço, botinas velhas, calça amassada, camiseta comum e uma antiga jaqueta e sua gorda maleta. Atrapalhado em seu andar, falando francês sem o biquinho e com sotaque de Mama Mia. O entusiasmo se fosse um pássaro voa para longe do rapaz sem pensar duas vezes... Saludava a todos como velhos amigos e nariz em pé não que abaixar.
Vitrines, manequins, grandes marcas, deliciosos perfumes, casacos e Rue Montorgueil uma  nova descoberta localização de mercado livre admirada por ele na cidade Luz, faminto foi para pâtisserie Stohrer apreciava desde novo saborear pães e degustar um bom vinho, esqueceu por um milésimo que era apenas mais um bolsista da Universidade Sorbonne, ao acaso tropeçou em  Franchesca Raffe com seu cabelo liso chanel negro,vestes pretas, olhos cinzentos, morena pingada, unhas grandes afiadas para matar se necessário pintadas de esmalte branco, tônus muscular evidente a estatura não tão...Paolo em meio de todo mundo quase caiu em cima da moça.- Qu'est-ce que c'est Italiano cego!- Rangiu perdida nos olhos de Dom Caron.
-Nossa senhora conte-me sai come senhorita!- Exclamou assustado- Descobriu como que nasci em Itália?
-Vejo as coisas como elas são...- Respondeu seca deixando o livro grosso de capa vermelha em cima da mesa e levantou-se da cadeira.
-Também é da Sorbonne?-  Intrometido com a língua presa.- Sou de calouro de arquitetura.- tom de voz aumentou.
- Direito ultimo ano.- Raffe abençoou
-Já que a interrompi... posso pagar seu cappuccino.-Afirmou Paolo
-Primeiro aqui pago adiantado, aqui somos reservados...- Subiu o olhar rapidamente.- E se você quisesse realmente paga já tinha feito.
- Mama Mia.- Zombou.
Falando nisso naquela noite intrinsecada ele sonhou mais uma vez...Conte-me " A menina d'água"
A imagem daquele ser  não saia de meus pensamentos de jeito nenhum, por instantes me senti estranha como mulher, a voz da criatura era suave e tão linda, parecia angelical...corpo curvilíneo... estava fascinada... quem sou?Queria agarra-la, beija-la,cheira-la, senti-lá... ama-la. Seduzia até mesmo mais que as sereias... mas porque eu estou a desejando? Girava, girava e estremecia a minha mente... anormal me classifiquei... diferente.Ela não uma menina mulher uma igual.
Busquei como comilona sua amizade e consegui em curto período de tempo ao contemplar sua beleza, a essência natural dela congelava meu sangue.
-Você me olha de um jeito muito amoroso.- Ela falou gentil.
-Sim.-Arrumando o zipper da calça.- Quer dizer não!- Joguei uma pedra na lagoa.
- Com... pegou em minhas mãos.- Ela tentou segurar a fala.- Paixão, ternura e desejo o que significa para você?- Umedeceu os lábios secos com a língua.
-Nossa...-Soltei os cabelos com as mão suando.
Ficou completamente nua e pulou para banhar seu lindo corpo na lagoa.- Vem!- Disse convidativa
- Me fale se errado amor um pouquinho somente por que?
-Não é assim o padrão de felicidade que eu pessoalmente quero.- Tentei ser direta, fracassei e gaguejei.
- No fundo quer sim!- Jogou com força água em mim e saiu toda pelada... me agarrou de uma forma inevitável, secretamente gostei, me fiz de dura por um instante... não me contive e me entreguei como se nunca estivesse uma experiencia com... o amor... queimamos por dentro... quando acabou... ela já havia adormecido.
Me envergonhei daquela alucinada situação, enlouqueci e por aquele segundo a odiei com tanta destreza, atordoada a levei devagarzinho a lagoa e matei friamente, morreu dormindo e inocente, suspirei enquanto o seu corpo afundava.
Ela tinha deixado um bilhete amassado em minha calcinha:
" Parece tolice mas te amo... te quero até os últimos momentos da minha... que sejam longos os nossos anos juntas."
Rasguei o papel em pedaços e comi feito pipoca, deitei na grama fria e arranquei as folhinhas com os dentes... DESGRAÇAS !

Paolo Caron sempre acorda com movimentos brusco, desta vez apavorado, não consegui de parar de pensar em Franchesca Raffe uma mulher atraente... ele não busca isso... ainda por cima uma mulher...e  ao meu ver a Senhorita  também não tira o Dom Paolo Caron dos pensamentos... coitada...
        

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Que comece o desafio, mas com destreza.

Cheiro de um perigo que fazemos escondidos e expostos de algum modo, inalar excitação em plena primeira fase não é nada bom, mostra sua fragilidade e que não comete somente a maldita luxuria tentadora, eles procuram solitários vencedores e fica fora de cogitação amantes do amor e jogadores de um simples tetris lúdico no período do frenesi quente e competitivo.
Cuidados devem ser levados a sério a brincadeira agitada pode evoluir, virando paixão até mesmo o amor romântico e libertino. Apenas fazer como amebas multiplicando por si. A frustração toma conta dos ingênuos e puros... eles nunca ganharam, ganham ou ganharão. Esse melancólico jogo em busca de se satisfazer e prazer a qualquer custo, somente são vencedores os dissimulados, tiranos, exaladores de charme e bolhas neutras que não possuem sentimentos visíveis, escondem qualquer emoção positiva, quando assim desejarem. Feitos canibais primatas, uma seita de perdição, com o Korus medonho e sem medo do amanhã.
PS: Ao entrar no... movimente-se

Climax

Os caminhos se cruzam pelo o inexplicável e sem querer Ágata denominada neutral  uni-se ao Mestre Pagão Yuri, com o objetivo de achar o assassino canibal que dilacerou seu irmão com índole feminina . Estradas obscuras surgem... e apenas cinco atos de salvação ou perdição vão dar o desejado exito aos Arcúcios ou aos Zacur. O vencedor é senhor de seu próprio destino... mas não de sua alma.


Isso é a penas um tease, porém ainda estou pesquisando muito e o compromisso e afeto que faço essa obra é pela arte de fazer e não por quem está apreciando. Entretanto admiradores sempre dão ar da graça e isso da uma imensa vontade de continuar e sensação vale apena arriscar.

Grata.

domingo, 28 de junho de 2015

Fascínio em escrever *1*

Desde pequena gosto de brincar com as palavras,cenas, personagens inventados e imaginar a sua real intensidade, após entrar na puberdade as deixei um pouco de lado, percebo agora com uma angustia que isso me fez uma falta muito grande... agora tenho dificuldade em detalhes, dissertação assertiva e a velocidade do meu raciocínio é tão rápida que minhas mãos tem que ficar pulando os obstáculos, que estes devem na verdade moldados...Voltei a publicar no blog este mês... quase ia desistindo... isso seria uma tamanha tolice.
Quando lancei meu primeiro livro projetei que fosse.. sei lá... não o planejei muito... mas saiu...Pura Doce Cor     Confesso que alguns problemas de gramaticas... mínimos... nada tão grave... que estou procurando ajeitar... também em questão do ISBN.
Escrevo esse artigo para informa que começo ainda este mês a fazer os esqueletos do livros:
Clímax
Sir
Roteiro:
Sorrisos
Serie que decidi publicar no blog que inicialmente seria um livro de contos porém vi que será interessante postar... é mais emocionante... Com o nome:
 Conte-me Paolo
Um jovem rapaz italiano, franzino e engenhoso, que vai para a França estudar arquitetura e conhece Franchesca, que se apaixona por ele mesmo imaginando que o gostos de Paolo não são favoráveis aos sentimentos que ela possui. Os sonhos intrigantes de Paolo são contados em pedaços de papeis para a amiga, que os guarda com carinho. A esperança que o seu amor seja correspondido aumenta, quando o jovem faz uma declaração... confusão de emoção... historias paralelas e distintas... e um desejo de que a liberdade também ama ficar uns momentos em pausa.

obs: Pode ser que eu agregue varias outras series, não importa o tamanho ou se apenas umas historias solitária.

sábado, 27 de junho de 2015

Cartas ao vento *1*

Gosto de escrever cartas desde pequena, isso liberta, o tom de voz se faz grandioso diante da vergonha que se sente ao olhar diretamente nos olhos, esse vai ser o primeiro de um conjunto que ainda não sei o números de cartas...Essa foi feita para um denominado "Menino de brilhante" por ser frágil tentando transmitir imagem de inquebrável.

Olá!

Por um momento em desisti em escrever um receio talvez de parecer um afeto que não é, já tinha avisado a você por isso prosseguir a redigir.Gostaria que lesse num momento de tranquilidade e que a conexão dessas palavras aparentemente vazias... escutasse a minha voz sussurrando em sua mente e ver sua expressão.
Ninguém vê e sabe o quão preciosa é sua alma, somente você e se alguém machucar seu coração mastigue e jogue fora, não guarde rancor obsoleto. Poderia encher essa folha de bobagens... Mas o meu recado é que siga um caminho certo, siga os valores morais e sorria sempre.
Na verdade... sei lá esqueça... Que você seja muito feliz e abençoado...Agradeço pela sua existência...
PS: Adoro tu moço... mesmo que isso não seja reciproco... Quando precisar de um amigo estarei... se um dia me tornar o que tenho ... que ser... não tenha medo...

Ass:Gabriela Shapiama

Que nasça a inspiração de um simples sorriso em vida

Fiquei imaginando e pesquisando algumas teorias motivacionais, vi tanta coisa interessante e que emociona, dando vontade de ir além... Hoje agradeço mais que ontem, ao ver o sorriso sincero numa tarde de inverno com o sol brincado de brilhar sem o seu calor, em um banco gelado de concreto em uma praça nem bonita e nem feia levemente molhada na neblina, Toda agasalhada, isso é estranho porque normalmente não sou muito de sentir frio, então isso significa que o resfriado da temporada chegou... observei que ver pessoas felizes, com sorrisos tão grandes e vistos de marte, traz uma sensação de afago e alegria instantânea. Nasce em meio ao barulho e conversas uma inspiração com um ato de se exibir ou pouco súbita de viver.
A vida não em seu modo frio de evoluir, criar e de não existir mais, se estamos aqui é por uma causa e que essa causa seja em beneficio da própria vida. Amo muitas coisas e pessoas, mas as vezes me vejo saturada, porque é um giro que sua função está convencendo que tenho ficar acomodada a rotina é uma anestesia para os que tem preguiça ou cansados.
Comecei a dar valor aos detalhes simples e filosofar inconscientemente, procuro absorver o máximo de informações, querer e querer, ser o quê para mim tenho que ser...Ai vejo um sorriso inocente não importa de quem e derrete essa saturação medonha... fico em paz outra vez... Isso é uma inspiração de ficar tranquilo... Qual é a sua inspiração do que você buscar? Não adianta mentir pra si... isso faz mais do que o mal... isso mata e vaporiza o a alma.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

A convicção inabalável da fé

Hoje tive um sonho perturbante e outro dia, também o primeiro antes de acorda com o barulho do carro de fora parecendo enguiçado com lama da chuva. Escutei algo dizendo -Você vai morrer...- O outro eu estava em um grande local com muitas pessoas de diversos credos... senti muito frio esta noite, congelava, corpo tremulo, dentes batendo e encolhida. No dia anterior havia conversado com dois senhores sobre a fé em Deus. Contei a eles inocentemente sobre um assunto pessoal que me deixa receosa.
Um me aconselhou a não ter um relacionamento mais intimo com alguém que não crê no Senhor e outro não acreditar nos homens( palavras de religião) e sim somente em DEUS e Jesus Cristo.
Vou admitir tenho esperança que um ateu possa se transformar... E seu coração começar Pelo o Senhor... já ouvi relatos disto que não recordo nesse momento. O amor ao próximo para mim é intenso e no mesmo tempo distante.
Sou uma pessoa muito medrosa e sensível... Apenas Deus sabe o quanto, peço a ele sempre humildemente e com perseverança, que nos ensine pelo o amor não pela a dor, mesmo que esta ultima seja aos olhos de alguns a maneira mais eficaz de aprender, longevidade com saúde para mim, meus familiares e ao redor, não estamos sozinhos neste grande mundo. Me disseram que os escolhidos sofrem, talvez seja verdade ou não todos precisam sofre rios e rios para ser um escolhido.
Falam de tentação e atentados, isso acredito, pois senti que já passei por alguns, para estar aqui é uma vitoria divina, nasci de seis meses um bebê prematuro, os médicos não tinham muita esperança, é até mais ou menos sete anos de idade vivia num mundo paralelo, por isso creio em vidas  passadas.
Muitos não acreditam nisto, afirmo que somos um só e depois da morte vamos para o céu ou inferno entre outras teorias. Pesquisei sobre algumas religiões e suas vertentes... Como posso falar... Não me encaixei verdadeiramente... vou a igrejas em umas sinto bem estar em outra não. Sinto a unção quando estou sozinha rezando, concentrada, no trabalho, ônibus e outros lugares.
Essa é a minha convicção inabalável da fé em DEUS acreditar que não estamos sozinhos, vida longa, saúde, amor, esperanças, ensinamentos, pessoas e nós mesmo. Quando pedimos com o coração puro ele nos atende, mesmo muitas vezes não merecendo.
Amo ao Senhor com toda a força da vida ele me deu de presente ela, vou cuidar e ele me dara muitos anos preciosos.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Calvin Klein



Os produtos Calvin Klein são produzidos com materiais de altíssima qualidade. Em 2003, a marca deu uma guinada e ressurgiu no cenário da moda, com coleções assinadas pelo brasileiro Francisco Costa.Calvin Richard Klein, nascido a 19 de Novembro de 1942, um renomado estilista americano.Casado com uma ex-funcionária, Kelly Rector, eventualmente acusado de consumir drogas e considerado bissexual, em biografias não autorizadas, Calvin Klein define-se como um estilista moderno. Diz ele: "Ser moderno é ter escolha, porque homens e mulheres têm necessidade de opção. É preciso criar alternativas e oportunidades para isso".
fonte: Wikipédia

 Os modelos desta grande marca são simétricos e sóbrios, mas não deixam de ser divertidos e únicos. 

segunda-feira, 22 de junho de 2015

O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença...

Encontrei essa frase de Érico Veríssimo, para tratar de um tema tão comum que envolvem a evolução e regresso do homem vice-versa, o amor e o ódio andam  em uma estrada de areia movediça segurando com toda a força o mindinho um do outro, não creem que podem se separar a qualquer momento, como clone e usando um espelho de indiferença em instantes podem trocar de lugar ou simplesmente se transformar no outro com um poder inigualável. O amor é livre e o ódio dominador. Um dia inocentemente falei ao meu pai que o amor e o ódio  não vinha do coração e sim do cérebro, ele intolerante me reprimiu com suas palavras ásperas de tão duras senti bate-las em meu corpo.
Ambos sentimentos nos levam ao vazio senão controlados, desnorteados pelo o impulso, os desejos bons e maus tomam o nosso espirito agregador, falam que o ódio e o amor inquestionáveis e não precisam de um significado e motivo real, considerando o arma abstrata do inconsciente humano. Um belo e um feio, tem razão e fundamento, sim porque mais tolos que sejamos, vendo essas emoções bobas e simples, em nosso EU lacrado temos como um filtro que coa de dentro para fora de nós, que transmite o ódio e amor ao ambiente externo, pessoas e a vida.
Tantas formas de amor e ódio, mas aqueles que atraem minha atenção em sequencia é romântico e o assexuado, os dois são volúveis, flexíveis, tentadores e numa corda bamba sem esquecer da estrada com areia movediça, o primeiro é avassalador, traiçoeiro,neutro, reciproco, repentino e se haver sorte duradouro, já o segundo não é necessariamente oposto, talvez em algum momentos complementar ou usados pela a reversão... Amargo, medroso, traumático, azarado e solitário.
O amor pode amar o ódio, por causa que amor representa a grandeza e a pureza da existência, no caso do ódio ele não pode odiar o amor, porque de tão cego com a luz, se rende atordoado e o conflito do universo, fica inacabado e  na eternidade se esconde.     
Citação acima por: Gabriela Shapiama

Ao escolher as frases abaixo estremeci, pois passo em um momento apostar no amor e ignorar o ódio alheio, especificamente do pretendido, se é que me entendem... Pois a suas palavras ocas não abalam o meu coração e sim a indiferença, não querer olhar em meus olhos, escutar o que tenho para dizer, a intolerância e falta de posição verdadeira. Não acredito que exista raiva incomum, pelo simples fato do outro viver, sim no medo, insegurança, receio e de admitir... Fiquei triste por um momento, descobri que o sofrimento que sentia vinha de mim mesma, de uma expectativa que via perante o outro... que dar não é uma troca de presente... receber vem ao acaso e insituavelmente.

Frases refletivas:

 O que acaba comigo é que dia você me trata com amor o outro com indiferença.
Eu queria só um, só um motivo para te odiar e esquecer que você é o único que realmente faz diferença para mim.
Eu te odeio quando sorri pra outro, quando seus olhos ao se dispersarem por outro alguém, quando me esquece e não liga, quando me olha e num segundo me reconquista.
Ás vezes eu te odeio tanto que minha vontade é sair correndo por aí, fugir até sua casa e te implorar pra ficar comigo.

O amor acrescenta-nos com o que amarmos. O ódio diminui-nos. Se amares o universo, serás do tamanho dele. Mas quanto mais odiares, mais ficas apenas do teu. Porque odeias tanto? Compra uma tabuada. E aprende a fazer contas
O amor afirma, o ódio nega. Mas por cada afirmação há milhentas de negação. Assim o amor é pequeno em face do que se odeia. Vê se consegues que isso seja mentira. E terás chegado à verdade.

Leia mais: http://www.mensagenscomamor.com/frases/frases_de_amor_bipolar.htm#ixzz3dpmMRaMJ



domingo, 21 de junho de 2015

Detalhes sóbrios e sem brilho

Os detalhes são tudo e ao mesmo tempo insignificantes, para um individuo que tem paixão por artes em geral, a escrita, invenção, criação e a inovação. Esse elementos pequeninos e tão sóbrios e sem brilho, são fundamentais para a intenção real de um todo seja ele o tamanho que for. Na verdade o brilho dos detalhes e o sóbrio estão lado a lado, é inquestionável que fazem a diferença em toda a dimensão de um... Aquilo que você se propõe a realizar. A multidisciplinaridade e funcionalidade da sociedade não mata essas partículas essenciais, o que acaba com o ideal é a pressa, ansiedade, medo e não posso deixar de citar o perfeccionismo torto.
Queremos tudo para agora, uma tortura esperar um momento, ânsia de conhecer o resultado final, permanece em nossos momentos, medo de tudo, o que pode vir a dar errado, de não sair como projetado e expectativa que o quê fizermos vai ser de bom grado para todos.Isso tudo prejudica e o desapontamento nos possui e chicoteia tudo que tivermos a capacidade de elaborar.
Sinceramente é uma tarefa difícil ser detalhista, dar atenção aos detalhes, um esqueleto que carece de ser preenchido com cuidado, um pontos que pode auxiliar é ter consciência do onde, quem, o quê, tempo, ações e entusiamo do ser humano cumprir a responsabilidade de não render-se a estagnação do imediato.
O transtorno de deixar vai ser maior que alcançar uma consequência reduzida, porque pelo ato de você persistir, já desempenha um trabalho que faz todo um sentido moral e crença de um vitorioso.Os detalhes são a estrutura de um inteiro que somente você pode desenvolver, mais ninguém dessa geração, daquela que passou e do futuro. Necessito ser detalhista, uso cálculos inventados e racionais, espaço, cenas, historias inteiras, pessoas, biografias,musicas, sons, cheiros, essências,animais, natureza, credos, imagens e sobra até mesmo para o louco e abstrato ainda não fabricado... risos de uma menina inciante.

Sinto o que eles sentem

Um fato intrigante de mim mesma,  não importa se é bom ou ruim os sentimentos ou sensações de outros em meu redor, tenho a grande sensibilidade de colocar-me no lugar da pessoa, sinto o que ela sente, tristeza, dor, sofrimento, alegria, amor e energia. Quando escuto sobre as doenças muitas ocasiões percebo em meu corpo e mente uma aflição esquisita, aparentemente as palavras que descrevem essas doenças e calamidades, transmitam uma força em meu ser, sensação que aqueles sintomas estão em minha carne, o medo vai expandindo-se e vou passando mal, a cabeça começar a doer e algumas vezes um desmaio ligeiro tenta provocar.
Ao escutar um dos exemplos: Apendicite dá uma ânsia de dor imaginaria, não sei ao certo, ela é tão grave e repentina... minha cabeça gira e o corpo vai ficando fraco e sensível.
Ver alguém chorar, amolece meu coração, sofro por ela e começo a entristecer sozinha, uma parede bloqueia... filmes dramáticos, terror, romance, aventura e outros, marcam o meu raciocínio e emoção. Mas ver ao vivo uma pessoa chorando causa dor, angustia, lagrimas embalam os olhos e a vontade de fazer qualquer coisa para que ela não sinta mais o sofrimento é tão grande que fico gelada e cabisbaixa o dia inteiro, tentando saber o por quê? Disto tudo... Sinto o que eles sentem... não conseguir, fazer e saber nada um fardo estressante. Posso não salvar o mundo, ao menos quero que ele esteja bem em seu infinito.  

sábado, 20 de junho de 2015

Onde encontrar o nosso núcleo

Os sonhos não tem prazo de validade, mas o nosso corpo sim e não sabemos a data, tudo é frustrante e incoeso, prestando atenção onde estamos e crescemos, traça uma porcentagem significativa de nosso destino, muitas vezes algo dentro de nós não aceita e vamos seguir a massa distinta, daquela que já conhecemos, queremos pertencer a um ideal, necessitamos do mérito, prestigio e identificar algo, para sentirmos uma espécie de realização ou a simplicidade absurda, humildade e bondade traiçoeira toma conta. Muitos falam de meio termos e extremos, isso não pode prevalecer, a utopia é contra o desenvolvimento da humanidade e da capacidade intelectual e emocional do ser humano.Se viveríamos em geral na maior modéstia ou sem conflitos. seria hipocrisia da minha parte falar que devemos ser bons, maus ou um pouco dos dois. Por causa que a veracidade de nossa existência é tão clara e visível, que  buscamos tanto ou pouco atrás de nossos propósitos inquietantes, que esquecemos de cuidar do nosso núcleo interior, que é o que somos e sentimos e o núcleo exterior é expansivo que são a pessoas, a nossa aparecia, status e obvio os sonhos de vida.
A frase de Sócrates " Conhece-te a ti mesmo" intrigou-me desde o principio que a escutei, que foi esse ano de 2015. Conclui que não sou aquilo que desejo ser e sim o que tenho que ser neste exato momento, estamos a evoluir constantemente com as ações, momentos e sensações, fisicamente, biologicamente, intelectualmente, espiritualmente e talentosamente, está ultima não certifiquei se existe. Somente saberemos se conseguiremos alcançar o nosso alvo pessoal, em um ato de coragem e valentia enxergamos que necessitamos começar em nós mesmos as modificações que almejamos para a nossa sobrevivência neste chão que pisamos todos intensos dias que se passam.
Escrevi alguns tópicos  quando tinha 13 anos e nunca publiquei ou nunca leram... Muito ingênua, tímida e pouco vaidosa, que são imensuráveis agora. A televisão era como um confidente e espelho, fiz um mundo inteiro em minha mente que somente eu conhecia e o vivia como se fosse real. As aventuras como episódios e os personagem feito de humanos, não eram mágicos e nem muito mesmo possuíam formas grotescas. Comuns em seu todos ambiente, roupas, personalidades e aparência.Uma invenção que tinha como desejo súbito que se transformasse em realidade.
Amadureci e vi que nossos anseios modificam-se, os traumas se enfraquecem e a dureza da dimensão de nosso ser molda-se com universo que encaramos perdidos e distraídos. Ainda não descobri o que sou sinceramente, meus objetivos, desejos, metas e missão, estão como agulhas flutuantes em meio da neblina colorida. Não faz sentido mudarmos de plano e personalidade quando fracassamos, perdemos ou não sabemos prosseguir no rumo correto. Acredito em Deus porém encaixa-me em uma religião está confuso, fazer estrategias e até mesmo ser eu.
Gostaria que cada um compreendesse é que podemos sim ter talentos, habilidades, capacidades e inteligencias múltiplas, parecidos com tantos outros, entretanto o nosso dom único de transformação de personalidade e inevitavelmente de vida, não interessa qual tonalidade seja ela é o que nos faz viver nessa inercia turbulenta e no pontual hora contraditória e bamba. Como magia da vida faça com que não se torne mais uma formiga apenas sobrevivendo... e sim fazendo historia e deixando legado com objetivo ao mundo.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

A intensidade de uma verdade e não deixar de citar a mentira

Tive observando o comportamento humano é descobri que somos uma estrutura interdisciplinar e com inter-relacionamentos, um sistema a caminho de sobreviver e educação deve ser útil, critica, reflexiva e capaz de fazer com que obtivermos o status de bem-estar.
O ponto onde quero chegar é que podemos vender a nossa verdade a qualquer um, mas o outro é quem são os compradores dela, de acordo com o nível de educação que tivemos, não somos tão vulnerareis perante aqueles indivíduos influentes reais ou dissimulados asquerosos. Tome atenção na postura deles, a segurança de suas palavras e tom de voz agradável aos ouvidos. A comunicação é primordial para conquistar um todo utópico. Alguns realmente querem ensinar pois assim demostram o quão especialistas no assunto e o quanto sabem. Outros fingem para o do lado e a si próprio, contam uma mentira tão fabulosa, cheias de detalhes e purpurinas, que até os mais experientes e desconfiados começam acreditar num drama esquelético e que vai possuindo carne e tônus muscular.
Mestres da decadência  do saber humano, por causa de uma expressiva intensidade e o crescimento de um fato ou ideal falsário em uma realidade bela.
Um dia li um artigo que fala que existem mais psicopatas o quanto imaginamos, que mais ou menos 70% não são exatamente sanguinários que torturam, matam, sente prazer no sofrimento carnal e uma fome incomum. Mas sim mentirosos que devotam suas próprias ações, conversas ardilosas e querem que o resto estejam de uma maneira que eles precisam que as coisas fiquem.
Portanto, crer em qualquer fato pode custar caro, aprenda muito sobre assuntos aleatórios para não perecer nas enganações e certifique  da intensidade de uma verdade grandiosa pode ser uma chocante mentira.

Cuidado:


  • Detalhes minuciosos.
  • Ninguém pode abraçar o mundo inteiro.
  • As aventuras sempre tem um certo perigo.
  • O beneficio de si próprio a qualquer custos, pode trazer desastrosos efeitos no futuro.
  • Tudo em demasia traz danos.
  • Proteger-se da dor pode vim junto a solidão
  • E uns bem clichês... a mentira tem pernas curtas... a verdade que todos sabem não se precisa repetir.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Eles irão saber meu nome

Olhe para o céu e lá está a imensidão azul... Sim eu busco algo ali, quem sabe o reconhecimento, dos meu talentos, habilidades e capacidades que até mesmo eu desconheço. As falhas e caídas balançam a força do meu ego e dignidade. Conheço vários exemplos de influentes lideres não necessariamente bons e idealistas, muitos maus e insensíveis. Se iniciar a cita-los vou gastar um post inteiro falando somente sobre eles, porque não adianta falar somente os seus nomes e esquecer o que eles fizeram, a humanidade está marcada com vitorias e tragedias.
O material não é interessante agora, mas qual é a minha e a sua missão? Qual é legado que vamos deixar ao eterno mundo?

Temos sonhos que parecem distantes e qualidades não apreciadas corretamente, existem indivíduos que pensam, planejam e montam estrategias para conseguir pegar os seus desejos, objetivos e metas. Esquecem de um oculto detalhe que berra para ser percebido que é ação, ela é empurra para frente sem ser trabalhada claramente. Uns querem ser ricos, felizes, importantes e influentes. E enxergar que o fracasso e o sucesso depende unicamente em fazer acontecer, em toda sua esfera... sim falei esfera... por causa se nossa ação não sair do papel e lugar, nós não progredimos. A forçar tem que ser ampliada e motivação corrigida todos os dias. Se alguém falar você não é bom o suficiente ou coisas parecida... melhore extraordinariamente, surpreenda a eles e a si mesmo. Falam de lei da atração e a magia de acredita. Parcialmente acredito, quando pensamos algo acontece, mas somente acreditar não basta, pois posso treinar minha mente em acreditar que sou Rico, agir como um  e até virar um, porém as coisas não são tão fáceis assim, o dinheiro não vem pulando em nossos braços e nem outras necessidades também não.Mencionei necessitar para refletir o quanto quero e você quer, e a humanidade necessita dessas ações se tornarem reais, somente assim vai acontecer naturalmente e sem muito sofrimento, não vivemos em uma bolha com nosso mundo absurdo, realizando nossos desejos quando sentimos vontade.
A ação pode ser espontânea, rápida, devagar e quase parando, só não pode ser deixada de lado pela a preguiça ligeira, falta de incentivo e se as oportunidades foram desperdiças ou não apreciadas, faça com que elas se levante novamente e deixe a surgir. Não pare um segundo, se precisar pausar, que seja para arquitetar uma solução.
Se acontecer eles irão não somente saber o seu nome e sim conhecer a sua verdadeira influencia e a representação do ser  e a ação, muda para a melhor uma vida  e o mundo.
Ação e onde está sua reação perante a si próprio...Crie uma revolução em seu ser...

terça-feira, 16 de junho de 2015

Faça antes que se perca

 Um salto de um abismo sem volta ... gostaria de poder começar com alguma frase de efeito,porém não consigo encontrar uma maneira especifica para descrever a perda,não vem o caso se foi pela a morte, circunstancias, ego ou outro motivo qualquer.
A questão é será que damos o devido valor antes de ter perdido ou apenas nos deixamos nos levar pela a maré da inercia obscura... O significado de ceder gratuitamente a um momento.... Um por que de se dedicar e aproveitar o presente e  com isso no futuro, não precisará estar se corroendo por um passado que foi para um lugar que não o pertence.
E sentir falta de alguém, uma ocasião e de um fato simbólico é como você ter certeza que está começando a se apaixonar quando o bichinho atentado dos ciúmes começar a te dar uns leves beliscões. Ai vem a tristeza, mágoa, pele colorida (rosa, vermelho ou roxo) seus olhos brilham como nunca e assim por diante.
Como começar a dar valor? Claro que precisa você conhecer a si mesmo, suas forças, fraquezas, qualidades e defeito. E fazer com que o amor pela vida e felicidade grite mais alto e passe acima das atrapalhadas agustias, decepções e ilusões anteriores.
O igual e o oposto disputam um espaço pequeno para obter a atenção com o "ego", dou uma enfatizado nessa palavra por causa que ela em sua amplitude é o nosso "eu" uma especie de núcleo que prende ou livra nossos sentimentos e de uma forma magica faz ou desperdiça o aproveitar do tempo ou aquele individuo que no fundo do coração usufrui do nosso afeto, que muitas vezes se manifesta e a gente tenta esconder e disfarçar, goza do silêncio que tende a ser perpetuo, não podemos deixar com que isso predomine, senão ficaremos aprisionados pela alienação de ser neutro... a qualquer custo, prezando o material e o superficial.
Vamos policiar a nossas ações, para que não sejamos mais um escravo da indiferença extrema.Inicie agora ou continue somente perdendo.Se pergunte qual é o valor da sua existência
para aquele que está ao seu lado, o mundo e você.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Gucci

A mente brilhante de senhor Gucci surgiu em meados dos anos 1920, sempre dando exemplo de engenhos inovadores e utilizando materiais atípicos, virou favorito dos nobres.Buscando sempre a inspiração Eqüestre único e espontaneamente foi crescendo a marca e sendo artigo de luxo.
Seus modelos com o design atemporal.

Umas das características que definem Gucci é a audácia, inovação, qualidade e tipica essência italiana. Mas com sua alma sempre em Florença.
Suas bolsas com ar sofisticado e fios parecendo de bambu, Vestes com cores mornas e ao mesmo tempo vibrantes. Conjuntos aparentemente de rendas e excêntricos.A expressão de suas roupas reforçam o questionamento de que eu quero aparecer, sem ser exibicionista.

domingo, 14 de junho de 2015

A caixa de ilusão

Todos nós temos segredos, disto ninguém pode ter um tipo de nojo de admitir Christopher um moço leigo de amor, esconde atrás de seus óculos retangulares, cabelos bem peteados e cortados, suas mãos sensíveis ao toque, pele clara e pintas pelo rosto.Tinha que estar obrigatoriamente as manhãs neons naquela igreja de grandes arcos dourados, velha, empoeirada, com bancos de madeiras fortes, quente e com a essência de incenso.
Os vasos com flores de diversos tipos espalhado ao redor e convidando para a missa, nas rezas ele suplicava uma resposta de uma pergunta que ninguém entendia.
- O que tem nesta caixa de ilusão?- Com seus olhos brilhantes amendoados.- Posso tentar responder, mas a onde está a chave?- Muitos retrucavam com outra questão inacabada.
Passavam os dias e a inercia predominava, ele caminhava pelas as ruas estreitas de Milão, tão tristonho e com as roupas simples e adornadas com o suor inocente, olhava em direção ao sol e deixava queimar suas pupilas por uns segundos e não aguentava, sua jornada prosseguia cabisbaixo e resmungão, aquela caixa de papelão duro, tinha um peso imaginário de um bloco de concreto, poderia ser facilmente rasgada e descobrir o que tem dentro, por outro lado era desconhecida a sua parte interior e isso prejudicaria a resposta ou peça.
Em um dia ensolarado de verão ficou muito ansioso, pois era o seu aniversario e resolveu compra uma lupa, para ver o que havia dentro daquele quadrado frágil e desesperadamente de mil ângulos não adquiriu exito.
Transbordando de ódio saindo como socos na parede, gritou pelas as vielas tranquilas...- Não afeta a mim, qualquer conformação de retorno dirigida por essa caixa, inexiste fundamento para esta incógnita, as respostas não vem espontâneas...- Berrava feito criança faminta e jogou a caixa em um salto.
Uma ingenua criança correu em sua direção, excessivamente curiosa, pegou e com um pequeno alfinete abriu de um modo vivo a desprezada caixa, e ali estava a aliança de compromisso de Christopher havia dado a sua primeira e incomparável noiva, falecida um dia após o casamento, ela tinha o câncer no sangue e não remanesceu neste globo. O leigo chorou e abriu os seus braços para a criança que o afagou de carinho sincero.
Têm algumas perguntas que ficam verdadeiramente sem uma resposta, ou simplesmente são mascaradas com outra inquisição, contudo a saída pode achar-se em um modesto despertar de consciência e desprende-se da ilusão do vazio.